Bolsa Família Bloqueado


Normalmente, o Bolsa Família bloqueado acontece quando alguma regra obrigatória do programa não é cumprida pelos seus beneficiários em potencial, então é importante conhecer as razões desse infortúnio para saber como recorrer.

Em todo caso, ter a transferência direta de renda cancelada não é motivo para desespero, já que em grande parte das situações, basta dirigir-se até o setor responsável dentro do município para resolver as possíveis pendencias.

Em todo caso, se você tem alguma dúvida persistente em relação ao Bolsa Família bloqueado, é importante se informar corretamente antes de tomar qualquer decisão.

Bolsa Família Bloqueado

Quais os motivos para ter o Bolsa Família bloqueado?

Na maioria dos casos, o motivo mais comum de Bolsa Família bloqueado são os dados para averiguação, ou seja, o cadastro não é compatível com a situação familiar apresentada.

Por essa razão, é muito importante manter todas as informações atualizadas e entrar em contato com a instituição responsável sempre que houver alguma alteração na composição familiar como:

  • Nascimento;

  • Morte;

  • Casamento;

  • Separação;

  • Adoção;

Além disso, também é indispensável estar atento a possíveis mudanças de endereço, contato ou escola para não ter o seu benefício cancelado definitivamente.

Portanto, caso o Bolsa Família bloqueado seja em decorrência de erros nas informações repassadas ou o descumprimento seja justificável, o beneficiário pode apresentar um recurso ao gestor municipal, apresentando o motivo ou identificando o erro e solicitando a regularização de tais pendencias.

Lembre-se que, caso houver suspeitas de incompatibilidade de renda familiar é necessário reunir documentos que comprovem o valor alegado no Cadastro do Bolsa Família.

Outros motivos relacionados ao Bolsa Família bloqueado podem incluir fatores como:

  • Não ter feito o recadastramento quando solicitado;

  • Crianças do grupo familiar não tem um desempenho escolar satisfatório;

  • A renda familiar aumentou e não se tem mais direito ao benefício;

  • As crianças cadastradas não estão cumprindo os requisitos de participação escolar em sala de aula;

  • As gestantes não realizam o acompanhamento de pré-natal em rede pública de saúde;

  • Nutrizes não estão participando de atividades referentes ao aleitamento materno e alimentação saudável;

Portanto, para não se tornar refém do Bolsa Família bloqueado, procure separar os documentos com antecedência e tenha em mente que após a regularização da sua situação existe o direito de receber as parcelas que estavam suspensas ou atrasadas.

Bolsa Família Bloqueado

Como atualizar o cadastro?

A atualização do cadastro do Bolsa Família bloqueado pode ser feita nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) das prefeituras municipais, mas é necessário estar com a documentação exigida em mãos:

  • RG ou Certidão de Nascimento de cada membro da família;

  • CPF ou Título de Eleitor do responsável pela família;

  • Carteira de Trabalho (mesmo que esteja em branco);

  • Holerite ou comprovante de renda;

  • Comprovante de despesas como aluguel, água e luz.

Contudo, não esqueça que existe um prazo para fazer essa atualização e depois que ele é expirado as famílias que não estiverem em dia podem ter o benefício cancelado definitivamente, então é extremamente importante ficar atento as datas.

Por que é importante evitar ter o Bolsa Família bloqueado?

Considerando que é um programa que atende milhares de brasileiros e tem o objetivo de diminuir as situações de extrema pobreza no país, além de auxiliar na manutenção da renda familiar, evitar ter o benefício bloqueado é importante para conseguir ter acesso a recursos básicos como educação de qualidade, saúde e outros recursos sociais.

Consequentemente, como o programa é mantido pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), sua função é tentar reduzir os impactos de desigualdade, por isso, deixar o Bolsa Família bloqueado vai totalmente contra os princípios da organização, então todas as informações devem ser repassadas com extrema veracidade para evitar prejuízos.


Gostou? Compartilhe com seus amigos.

0

0 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *