Bolsa Família Aumento

0
95
Bolsa Família Aumento

A bolsa família aumento pode acontecer anualmente, o que vai depender dos fatores econômicos de cada família, ele é voltado a famílias extremamente pobres que ganham em média entre R$ 85,01 e R$ 170.

A bolsa família é a transferência direta de renda porcentagem, ela serve para o mantimento do lar e em muitos casos, auxilia no pagamento de uma creche e até mesmo na compra de roupas para os filhos.

Os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente por meio de um cartão fornecido pela Caixa Econômica Federal e, é necessário cumprir algumas regras nas áreas de saúde e educação, para continuar recebendo o dinheiro.

Bolsa Família Aumento

Quem pode participar da bolsa família?

A bolsa família aumento atende às famílias que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza. Foi utilizado um limite de renda para definir esses dois patamares. Assim, confira quem pode fazer parte do programa:

  • Todas as famílias com renda por pessoa de até R$ 89,00 mensais;

  • Famílias com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.

13º salário do bolsa família aumento

O valor do 13º do bolsa família aumento é a mesma quantia que você recebe mensalmente. Além disso, você poderá sacar o dinheiro na Caixa Econômica Federal.

O pagamento do 13º será em dezembro e acontecerá no mesmo dia que você recebe o recurso habitualmente, de acordo com o último número do NIS impresso no Cartão Bolsa Família.

Para saber se você vai receber o 13º do bolsa família aumento, basta conferir a lista.

Qual o valor que cada família recebe e como ele é calculado?

O programa oferece às famílias quatro tipos de benefícios: básico, variável, variável para jovem e superação da extrema pobreza.

  • Básico

Ele é concedido às famílias em situação de extrema pobreza, é de 77 reais mensais, independentemente da composição familiar.

  • Variável

O variável é concedido no valor de 35 reais, para famílias pobres e extremamente pobres que tenham crianças e adolescentes entre 0 e 15 anos, gestantes ou nutrizes.

Além disso, pode chegar ao teto de cinco benefícios por família, ou seja 160 reais. As famílias em situação de extrema pobreza podem acumular o benefício básico e o variável, até o máximo de 230 reais por mês.

  • Variável para jovem

O benefício variável para jovem, de 42 reais, é concedido às famílias pobres e extremamente pobres que tenham adolescentes entre 16 e 17 anos, matriculados na escola.

Dessa forma, a família pode acumular até dois benefícios, ou seja, 84 reais.

  • Superação da extrema pobreza

Esse benefício é concedido às famílias em situação de pobreza extrema. Cada família pode ter direito a um benefício.

O valor vai depender da razão do cálculo realizado a partir da renda per capita da família e do benefício já recebido no programa.

As famílias em situação de extrema pobreza podem acumular o benefício básico, variável e o variável para jovem, até o máximo de 306 reais por mês, como também podem acumular um benefício para superação da extrema pobreza.

Bolsa Família Aumento

Como se cadastrar?

Para se cadastrar no bolsa família aumento você precisa se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

A Prefeitura de seu município é responsáveis pelo cadastramento das famílias assim, as famílias interessadas devem ir ao setor do bolsa família ou Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) em sua cidade.

E para saber mais informações sobre o cadastramento, tais como os documentos que é necessário apresentar e o que é considerado para o cálculo da renda familiar você pode conferir na página do Cadastro Único.

Dessa forma, você deve lembrar que só terá direito ao bolsa família aumento se estiver dentro do perfil de renda exigido. E tem como alvo famílias podres, que possuem renda, por pessoa entre R$85,01 e R$170,00.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui